Ser mulher é F.O.D.A.

Vamos combinar: ser mulher é F.O.D.A., né?

Confesso que falar em empoderamento feminino me incomoda um pouco, pois mostra que ainda temos muito que batalhar para sermos tratadas como iguais. Se por sermos “apenas mulheres” já temos que lutar pelo nosso espaço, imaginem como mulheres empreendedoras? Ou num ambiente empresarial que é essencialmente masculino?

Trabalho no mercado imobiliário há 20 anos. Hoje é muito comum vermos corretoras e proprietárias de imobiliárias, mas lá trás essa não era uma realidade comum. Eu ia a congressos (os poucos que existiam) e eu era uma das “meia dúzia” (literalmente seis!) de mulheres presentes. Sendo que praticamente as outras cinco eram esposas de alguém. Foi difícil ser jovem e mulher e ser respeitada por minhas qualificações.

Ser mulher é f.o.d.a. - Foi difícil ser jovem e mulher e ser respeitada por minhas qualificações.

Mas aprendi várias coisas nesse trajeto. Uma das coisas que aprendi foi que, para sobrevivermos e ganharmos o nosso espaço no mundo dos negócios como um todo, temos que ser F.O.D.A. Calma, eu explico:

Como mulheres, temos que ter muito FOCO. Costumamos ser multitarefas, fazemos mil coisas ao mesmo tempo. Porém, isso faz com que facilmente percamos o foco no que é realmente importante e essencial, seja no trabalho, seja na vida pessoal. Normalmente somos a última na imensa lista de tarefas. Ter foco é também aprender a dizer não.

Em função deste acúmulo de tarefas precisamos ser muito ORGANIZADAS para dar conta de todas as demandas que temos no nosso dia-a-dia. Ganhamos espaço no mundo empresarial, mas relutamos em abandonar um pouco do nosso “reinado no lar” onde por décadas era um ambiente só nosso.

Que atire a primeira pedra a mulher que nunca disse “mas ele não sabe arrumar a casa como eu”. “Ele não faz as compras como gosto”. Meninas: da mesma forma que no universo corporativo falamos em delegar, devemos fazer isso em nossas vidas privadas, concordam?Ser mulher é f.o.d.a. - Que atire a primeira pedra a mulher que nunca disse "mas ele não sabe arrumar a casa como eu".Para convivermos em ambientes altamente competitivos devemos ser DETERMINADAS. Por um bom tempo ainda teremos que trabalhar mais para comprovarmos que podemos sim: ser bonita, sem ser burra. Que podemos nos impor, sem sermos masculinizadas. Que sim! Também somos ambiciosas, queremos ser promovidas, ganhar mais! Para isso determinação é algo que temos que levar sempre conosco, inclusive para brigar pela tão sonhada promoção.

E para finalizar, precisamos ser APAIXONADAS PELO QUE FAZEMOS, caso contrário, é muito fácil desistir… Temos resistência dentro das nossas famílias e dentro das empresas. Lutamos contra a culpa diariamente! Culpa de não estarmos com nossos filhos ou de viajarmos e deixar eles com o pai, a vó ou com uma vizinha.

Estamos sempre dizendo pra nós mesmas que sim, estamos lutando por nós mesmas, por nossos filhos e por nossas famílias. Ainda estamos aprendendo a nos vender, a ganhar espaço, a nos empoderar…Ser mulher é f.o.d.a. - Somos fodaDesejo que o dia que não precisaremos de expressões assim para dizer que merecemos ser tratadas como indivíduos, independente de sermos ou não mulheres, esteja próximo. Até lá: empoderem-se mulherada! Porque a gente é foda mesmo pra lidar com tudo isso!