Adeus, ano velho. Feliz ano novo! 4 tendências do mercado imobiliário para 2019

É fim de 2018 e a gente começa a nossa lista de metas para o ano que vem chegando. #QuemNunca? Porém, quais serão tendências do mercado imobiliário para 2019?

Podemos dizer que 2018 foi um ano de crescimento. Sim, se não em faturamento ou lucro, foi em maturidade. Porque só os fortes sobreviveram a este 2018 tão exigente!

Foi um ano de insegurança, incertezas, polaridades. Manter um negócio neste clima foi “punk”. As regras nos financiamentos mudavam conforme o nível de gravidade e interesses políticos. O IGP-M, o índice de reajuste nos contratos de aluguel, está fechando o ano mais alto do que a inflação. Quem conseguiu repassar isso no valor dos aluguéis em um período que houve mais desocupação do que ocupação na maior parte do país?

Entretanto, o ano está terminando (uhuuuul) e a gente se enche de esperança de que 2019 será melhor. Dizem que o próximo ano será de retomada na nossa economia (alguns índices já apontam essa melhora, como o próprio IGP-M). Para o setor imobiliário, mais verbas serão liberadas para programas populares. Já vemos novos lançamentos sendo colocados no mercado.

Eu, pessoalmente, concordo que será melhor que 2018, mas a retomada será muito lenta, e somente quem fez os “temas de casa” vai poder colher os frutos que virão. Como tendências do mercado imobiliário para 2019 (e até a longo prazo), vejo que alguns movimentos vêm se delineando há bastante tempo.

Tendências do mercado imobiliário para 2019

1. As imobiliárias serão cada vez menores e com cara de “boutique”

Acabou a era das imobiliárias parecendo shopping centers e com aqueles salões de vendas imensos. As equipes estão menores, as compras estão mais complexas e a exigência do consumidor é alta (até mesmo em imóveis de menor valor). Quando nosso cliente vem às nossas lojas, deseja uma experiência agradável e impactante. Por isso o conceito estilo boutique: aconchegante e com atendimento personalizado e único.

2. Não faz mais sentido várias filiais de uma imobiliária em uma mesma cidade

Cada vez mais o cliente chega até nós pelos meios digitais. Para as nossas lojas, ele virá somente no fim da jornada, após “caminhar muito sozinho” pela internet. E é aí que temos que focar! Abrir várias filiais para ter posição estratégica em um bairro perdeu a razão de ser. Exceto ser for uma loja conceito ou experiencial. Caso contrário, será somente mais custo, sem fluxo de clientes. Compradores e vendedores (como nós!) valorizam cada vez mais o seu tempo com a família e de lazer. Vale aqui o conceito da moda: menos é mais! Menos lojas, porém, mais especiais!

3. Tecnologia não é tendência, é sobrevivência

Por incrível que pareça, ainda há muita gente no mercado imobiliário que não entendeu que a forma de comprar, vender e alugar mudou! E isso vale para corretores e diretores de empresas. A frase “cliente bom é o que vem à loja” ainda é usada! Sem dúvidas, vender olhando no olho do cliente é muito mais eficaz. Entretanto, ele quase não vem mais à loja! Então, dominar o uso da tecnologia é o que fará você se manter no nosso mercado. Não é uma opção!

4. Somente profissionais qualificados sobreviverão daqui pra frente

Com os clientes muito mais independentes, os corretores que não serão substituídos pelos robôs são aqueles que sabem usar a tecnologia como aliada, MAS que continuam a entender de GENTE. Explico: a forma dos clientes chegarem até às imobiliárias hoje é diferente. Agora é por redes sociais, pesquisa no Google e consumindo conteúdo no YouTube. Porém, a compra de um imóvel envolve muita insegurança, pois o valor investido representa todos os jantares fora que não existiram, as viagens que não se realizaram, as roupas e brinquedos dos filhos que foram negados. Com raras exceções, a compra de um imóvel exige sacrifícios.

É na mão de um corretor ou corretora que a família deposita todo o investimento financeiro e emocional. Nesse momento o profissional realmente preparado e qualificado faz toda a diferença, dando segurança e orientando o seu cliente pela melhor opção. Então estude! Não haverá espaço para amadores daqui para a frente.


Está parecendo que trabalhar no mercado imobiliário está mais difícil e complexo? Não parece, ESTÁ! A boa notícia é que, se você já está ciente disso, pode se mexer e fazer acontecer para sua carreira e empresa em 2019.

Sabe a listinha que falei lá em cima? Que tal colocar nela um curso para aprender mais sobre redes sociais ou ir a mais congressos neste próximo ano? Ou ainda promover treinamentos para sua equipe entrar de vez na era digital? Desafie-se! Mude! Mexa-se! 2019 está chegando e a esperança e o entusiasmo vêm com o novo ano. Não deixe que seja somente em janeiro. Faça – de verdade – um ano diferente! Feliz 2019!